Perth pós crise: o que mudou?

Desde 2012 o mundo passa por um momento muito difícil. Recessão, desemprego, taxas de criminalidade aumentando. Poderia estar falando de vários países do mundo, mas nesse post falo sobre a Austrália.

A região que mais sentiu a crise foi o Estado que moro, WA, ou Austrália Ocidental. A razão é simples: é o estado o qual concentra o mercado de mineração e óleo e gás.

Em 2012 quando cheguei, ainda estávamos no boom da mineração. Muita oferta de emprego, salários altos, casas com valores absurdos, para alugar era uma coisa, tinha 30 pessoas para ver um apartamento studio custando $400 por semana. E ainda, a dica que os deram foi para oferecer mais no que adoramos, tipo, $50 a mais.

E então aos poucos, as coisas começaram a mudar. Pessoas começaram a perder emprego e não conseguir outro. O tal do “made redundand” que significa que a vaga deixou de existir. Aquele mercado super aquecido, com muitas vagas de emprego começou a deixar de existir. Vi pessoas voltando para seus países, e australianos mudando daqui. Vi pais que são engenheiros de petróleo trabalhando cortando madeira pois era o que tinha de emprego. Famílias voltando para UK, Irlanda, Escócia. Crianças saindo da escolinha pois a mãe perdeu emprego e não conseguia pagar a mensalidade.

Na empresa que um amigo trabalha, de um departamento de 15 pessoas 12 perderam os vistos de trabalho em um mês e tinham 90 dias para arrumar outro trabalho ou voltar para o Brasil. A maioria voltou com familia e tudo depois de anos morando na Austrália.

As exigência de trabaho começaram a ficar maiores, preferência para australianos, e os salários menores. Há quem diga que mais condizente que a realidade. Placas de vende-se ou aluga-se para tudo que é canto, os preços despencaram e não existia mais aquela loucura de 30 pesssoas vendo imóvel. Muito menos oferecer mais, pelo contrário, oferecer menos e se o dono não aceitar, tchau.

Famílias perdendo casa ou sendo despejadas. Perdendo benefícios, e o governo fazendo corte em tudo, até em saúde e educação. Vimos vistos deixarem de existir e as exigências ficarem maiores para imigrar e estudar na Austrália. A lista de profissões em demanda cair de 200 para 20 profissões.

No bairro que morava, direto viamos móveis na rua de pessoas que foram despejadas e casas com placa de leilão, que acontece, normalmente, quando a pessoa não consegue pagar as mensalidades.

Taxas de criminalidade aumentaram e lugares que nunca tinham crimes, começaram a ter. Casas assaltadas, objetos furtados, carros arrombados. Claro que isso acontecia antes, mas começou a aparecer mais e mais frequente no jornal. Até crimes violentos aumentaram. Óbvio que não se compara ao Brasil, mas a minha base de comparação é a Austrália.

Com o tempo, as coisas começaram a melhorar. Muitos imóveis sendo alugados e vendidos. O mercado ainda esta aquecido para quem quer comprar. Quem tinha dinheiro para investir fez a festa nsses últimos 5 anos. Vi imóveis que custavam $600mil serem vendidos a $450mil. Hoje mesmo ainda a dica é oferecer pagar pelo menos 20% mais do valor oferecido. O desconto pode ser bem grande para quem sabe barganhar.

Para alugar hoje em dia, nada de mil pessoas e competição como era em 2012. Muito menos oferecer mais. A oferta esta bem maior que a demanda então é só ir nas mesmas viewings que agora acontecem em horários melhores para quem trabalha e até aos finais de semana. E pode oferecer menos. Um casal de amigos ofereceram $40 menos por semana e o dono aceitou.

As oportunidades de empregos voltaram a aparecer. Graças a Deus o mercado voltou a aquecer e vi mães dos meus alunos voltando a trabalhar e aumentando o dia das crianças na escola. Ainda tem muito mais oportunidades de trabalho na costa Leste, em Melbourne e em Sydney. Em Sydney o mercado esta muito aquecido.

Em lugares remotos, como Cairns, por exemplo, ou Sul da Austrália a lista de imigração continua extensa. Perth foi a cidade que mais diminuiu. Foi a primeira vez que tiraram Engenheiro da lista. Inclusive Perth não é mais visto como área regional. E com isso, as exigências ficaram maiores para imigrar. Esta cada vez mais difícil, mesmo a carência para algumas profissões ainda existirem.

Com a crise e escrevi sobre ela nesse post aqui, vivi pela primeira vez o preconceito. Os liberals, a direita da Austrália, tentaram passar uma lei bem rígida para cidadania. A nota do IELTS que antes era 5, passaria para 7. Concordo em ter teste de inglês para o esponsorado e esposa/marido. Conheço pessoas que moram aqui há 15 anos e não falam inglês. Haveria um texte de “moral”com perguntas tipo “você acha normal bater em mulher?” que era claramente para os muçulmanos. E uma prova para saber se você esta integrado a sociedade australiana, estuda, trabalha, conhece gente, etc.

Dizer que a Austrália esta “pós” crise ainda é muito otimista. Posso dizer que esta melhorando aos poucos. Momentos de crise são momentos de oportunidade para alguns. Os especialistas falam que finalmente WA esta se adequando a realidade. Que o que vivemos foi uma bolha e a tendência agora é que o mercado seja mais realista. Espero que seja verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s