Austrália: Como reconhecer seu diploma

Quando planejamos nos mudar para a Austrália o sonho é de trabalhar na nossa área de atuação. Podemos trabalhar em outros empregos por um tempo e para pagar as contas mas, no fundo, todo mundo quer mesmo é fazer o que escolheu fazer. Todos os anos diversos médicos, enfermeiros, advogados, professores, administradores e engenheiros migram para a Austrália.

Como fazer para trabalhar na sua profissão? Escrevi um pouco sobre o assunto em outro texto e agora vou explorar um dos detalhes: reconhecer o diploma e experiência profissional.

Muitas pessoas acabam mudando de área, como eu. Outras passam anos trabalhando em outros empregos até conseguir mudar. Para trabalhar na sua área na Austrália são necessários alguns passos. O primeiro: ter um inglês muito bom e o segundo, reconhecer a sua formação nos órgãos de classe locais.

É verdade que nem todo mundo que trabalha aqui precisa validar o diploma. Se você tem intenção de solicitar a residência permanente (PR), sim, será preciso revalidar o diploma, e se atua em algumas áreas como saúde e Direito, também. Vou dividir um pouco do que sei e da experiência que tive e que meus amigos tiveram para tentar ajudar quem está na mesma situação. Não se esqueçam de que eu não trabalho para agência de imigração e não sou especialista no assunto.

Validar o diploma significa ter a sua formação reconhecida na Austrália. Cada área tem o seu órgão de classe que determinará quais os documentos necessários para a revalidação do diploma.

Independentemente da área, o exame de inglês IELTS é sempre obrigatório. A nota mínima varia de acordo com a profissão, mas para aplicar para o PR até seu parceiro precisa do teste de inglês.

Para as áreas de saúde o caminho é longo e caro. O primeiro requerimento é inglês. Para médicos e enfermeiras, a nota necessária no IELTS é nenhuma nota abaixo de 7. Para vocês terem uma ideia, essa foi a nota que eu tive que tirar para fazer um Doutorado aqui. Além do inglês, assessments e provas práticas, o custo em média custa 10 mil dólares australianos. Para mais informação sobreenfermeiros, verifique nos sites indicados. O mesmo se aplica para médicos e psicólogo.

fonte: www.waymarking.com
fonte: http://www.waymarking.com

Para advogados, a Mariana já escreveu sobre o assunto.

Fonte: www.morislaw.com.au
Fonte: http://www.morislaw.com.au

Para engenheiros, consigo falar com um pouco mais de detalhe. Meu marido é Engenheiro Químico e passamos pelo processo de reconhecer seu diploma aqui na Austrália. Nossa ideia era tentar o processo de residente permamente através da lista de áreas que precisam de profissionais naAustrália. O inglês dele é fluente e a nota do IELTS, alta. O próximo passo foi organizar e traduzir todo o histórico escolar e profissional: diploma da universidade e histórico, certificados de pós graduação e cursos de especialização, carta das empresas que ele trabalhou para provar experiência na área, carta de referência de empregos no Brasil e três assessments provando a experiência que ele tem como engenheiro químico e explicando a experiência profissional.

Os assessments (ou avaliações de competências, em português) são chamados CDR (Competency Demonstration Report) e se dividem na apresentação dos seguintes relatórios:

Continuing Professional Development, a continuidade do seu desevolvimento profissional;

3 career episodes, written in English, 3 episódios da sua carreira, escritos em inglês;

Summary statement of evidence for competency elements, um resumo comprovando suas competências com experiência e estudos de casos.

Para a Engineers Australia, órgão de classe dos engenheiros, eles querem saber se as competências que você tem são equivalentes àquelas dispostas pela classificação da ANZSCO (Australian and New Zealand Standard Classification of Occupations). A ANZSCO é um sistema que classifica estatisticamente empregos e pessoas em demanda na Austrália.

Apresentamos todos os documentos na Engineers Australia. Tivemos ajuda de uma agência em todo processo. Custou cerca de 5 mil dólares australianos entre taxas do governo e agência. Demorou em torno de 4 meses.

O papel da agência para nós foi fundamental. Eles revisaram os CDRS para deixar bem claro qual a experiência dele como engenheiro químico. Fazer por conta com ou com agência é uma escolha pessoal. Tem muita gente que faz por conta. Tenho exemplo de sucesso e fracasso. Uma amiga arquiteta fez sozinha e foi negada sem nenhuma justificativa. Outra amiga fez sozinha para a área de educação e deu certo. E outro amigo fez sozinho em Engenharia, a imigração analisou os CDRs, disse que ele se encaixaria melhor como Engenheiro de Produção e deu certo. Cada caso é um caso e cada experiência é única.

Fonte: Perth now
Fonte: Perth now

É importante saber qual é o órgão de classe da sua profissão para mais detalhes do procedimento e documentos necessários.

Se você ainda não esta na Austrália mas tem vontade de aplicar para o PR ou atua em uma das áreas onde o reconhecimento do diploma é obrigatório, minha sugestão é consultar o site de seu órgão de classe antes de vir e já trazer todos os documentos do Brasil e em ordem. Eu trouxe cópias autenticadas de tudo e a maioria, traduzido. Fazendo assim, quando surgir a oportunidade, você economiza tempo em pedir para sua família procurar e dinheiro em correio.

 

 

*Priginalmente publicado no blog Brasileiras pelo Mundo

Anúncios

2 comentários sobre “Austrália: Como reconhecer seu diploma

  1. Aline, tudo bem? Vi no site da Universidade Curtin que após realizar um mestrado na minha área (Arquitetura), eu poderia estar sendo reconhecido como arquitetura na “Australia Ocidental”. Você sabe se existe algum curso que, após certificação, eu consiga me reconhecer do outro lado? “Nova Gales do Sul” e “Vitoria” que eles chamam, né? (Sydney e Melbourne, por exemplo)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s