Austrália: Cursos de Inglês na Austrália

Vamos falar um pouquinho sobre Curso de Inglês na Austrália! A ideia é dar uma visão geral sobre os cursos disponíveis, para te ajudar a encontrar o programa que vai ao encontro do seu objetivo e possibilidades.

Sou Priscila Campos e trabalho na área de educação internacional há 8 anos. Tive a oportunidade de fazer dois intercâmbios: na Nova Zelândia onde estudei em Auckland, e na Austrália onde estudei em 3 cidades: Brisbane, Sydney e Noosa na Sunshine Coast.

Sou apaixonada por essa parte do mundo e adoro conscientizar os estudantes da importância de focar no inglês para se desenvolver na Austrália, Brasil ou qualquer lugar do mundo, e a escolha do curso é crucial para manter a motivação e atingir os objetivos.

Tive o privilégio de auxiliar a Aline e o André a chegarem na terra dos cangurus e fazer uma pequena parte na grande história deles por ali.

Percebo com a minha experiencia diária que a maioria das pessoas se encanta tanto com qualidade de vida, possibilidade de trabalho que se esquece de entender a estrutura do curso em que estão investindo e como vai ser a dinâmica das aulas.Essa etapa é super importante!

fotos4
Happy Hour com o pessoal da turma do curso em Noosa, Queensland

Já fui estudante e sei como é fácil perder o foco e se unir ao grupo de brasileiros da escola ou cidade. Focar na aula, no inglês não é deixar de curtir, se divertir e aproveitar tudo que a Austrália tem de melhor, é simplesmente fazer todo o resto com mais consciência e vontade de agregar valor 🙂

São algumas as opções de curso e vou vir aqui explicar todas elas, a começar pela mais procurada e popular:

General English (inglês geral):

  • Esse curso pode ter duração de 2 a 52 semanas.
  • Normalmente não tem data especifica de início.
  • Turma no básico ao avançado na maioria das escolas.

No primeiro dia de aula o estudante passa por um teste de nivelamento, onde vai ser avaliada as habilidades: grammar (Gramática), listening (Escuta) , speaking (Conversação) , reading (leitura), writing (escrita). Com base nesse resultado cada estudante é direcionado para sala de aula de acordo com o seu nível.

Em média, mensalmente é feita uma avaliação para fazer o acompanhamento e avaliar qual o melhor momento para avançar um nível. As aulas no curso de general english costumam ter bastante interação entre os estudantes com jogos e atividades.

Nesse curso toda segunda feira chegam novos estudantes na turma e toda sexta feira estudantes estão indo embora, já que cada um determina a duração do seu programa, isso não interfere no cronograma curricular já que os tópicos são modulares e o conteúdo da aula é cíclico.

As turmas costumam ser divididas da seguinte forma: Begginer (Iniciante) + Elementary (Básico) + Pre Intermediate (Pré Intermediário) + Intermediate (Intermediário) + Upper Intermediate (Super Intermediário) + Advanced (Avançado). Em algumas escolas existem duas ou mais salas para cada nível.

Uma média para calcular quanto tempo de inglês você vai precisar fazer baseado no seu nível atual: é estimar 2 meses de aula em cada nível. Isso pode ser mais rápido ou devagar já que o aprendizado depende da facilidade e aptidão de cada estudante.

Além disso, a experiência me mostra que muitas vezes achamos sempre que estamos em um nível mais alto do que a realidade, principalmente quando vamos fazer um curso no exterior já que o nível de comparação de fluência aqui no Brasil é diferente. É comum pessoas se considerarem avançado no Brasil e caírem no nível intermediário na Austrália. Isso aconteceu comigo!

Quando fui fazer meu primeiro intercambio na Nova Zelândia, tinha terminado um curso de inglês aqui no Brasil e me considerava avançado no inglês. Foi chegar lá, no aeroporto mesmo que eu percebi que eu poderia estar equivocada rs, e cai na turma Intermediário.

fotos3
Turma do Curso de Cambridge – escola Lexis em Noosa, Queensland

Com nós brasileiros, isso é bem comum acontecer porque em média nosso speaking (conversação) e listening (escuta) tendem a ser mais avançados do que a gramática e redação, isso puxa o nosso nível para baixo, já que a maioria das escolas tem o mesmo nível para todas as habilidades.

Algumas escolas possuem cursos com uma estrutura bem bacana que proporciona um nivelamento por habilidade, ou seja, você pode ser avançado para fala, intermediário para gramática e assim por diante.

Um tempo médio de curso para quem quer sentir uma diferença no nível de inglês é o programa de 24 a 36 semanas de curso, uma média de 6 meses, onde você consegue passar normalmente, de 2 a 3 níveis.

Uma informação que ajuda o pessoal decidir a duração do programa também é o tipo do visto. Na Austrália você pode estudar até 12 semanas no visto de turista – sem permissão para trabalhar. Já a partir de 14 semanas o visto aplicado é o de estudante que garante 40 horas quinzenais de permissão de trabalho.

Espero que esse post tenha te ajudado a entender melhor o programa 🙂 O seu perfil é de General English?

No próximo post vou falar um pouquinho sobre o curso preparatório para o IELTS.

Até a próxima!

Priscila Campos.

fotos2
Harbour Bridge – Sidney
Anúncios

10 comentários sobre “Austrália: Cursos de Inglês na Austrália

      1. Oi Aline, me tira uma dúvida,antes do primeiro dia de aula , haverá um dia para passar algumas informações segundo a agência , essas orientações são feitas em inglês ou português ? Nesse dia tem é feita aquele teste de nivelamento ?

        😘🌹

        Curtir

      1. Oi Priscila, eu vou fazer as 20 semanas , nível do inglês , ainda ” topeira”, farei na Curtin, e meu marido fará um mestrado . Chego dia 07/10 , já já estarei aí , me perdoe , o post foi seu , e fiz uma pergunta para a querida Aline. A agência , informou que antes do primeiro dia , haverá um dia para passagem de informações , isso é em inglês ou português ? Como funciona ?

        Abraço e Parabéns pelo post !

        Curtir

  1. Olá Alicia, Fizeram uma ótima escolha a Curtin é uma universidade muito boa! Se a orientação for a da escola, essa é feita toda em inglês. Mas não se assuste 🙂 os profissionais estão super acostumado a lidar com estudantes que não tem fluência na língua inglesa com um jeitinho todo especial de passar informações. Além disso no time das escolas tem sempre algum latino pronto para fazer traduções quando necessário 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s