Itália: a vida em Florença

A vida em Florença é difícil de explicar. Morei um mês em um apartamento próximo a estação de trem Santa Maria Novella e depois me mudei para muito próximo ao Duomo, no centro da cidade.

Florença é uma cidade difícil de descrever. É o berço do renascimento, terra de Dante Alighieri, Michelaguelo, Rafaelo, Giotto, os Médice. A cidade tem tantas obras de artes espalhadas pelas piazzas que fica quase impossível conhecer tudo. Além da arte, Florença transpira história (alias, a Itália inteira, ne?). Com quase 400 mil habitantes em uma área que cobre 102m2, Florença é a maior cidade da região da Toscana. Com o grande número de turistas diariamente, e estudantes do mundo inteiro, a população pode chegar a 500mil habitantes.

Não existe época vazia na cidade. Inclusive no verão, quando os italianos vão para praia e fecham o comércio as vezes por um mês (sim, você leu correto, inúmeros restaurantes fechados em pleno verão para…. curtir o verão) ou no frio e chuva do inverno, a cidade é lotada de turistas. E se aprende a viver com eles (ou se irritar com eles).

O verão é incrível, amanhece as 4 am e escurece as 10 pm. Faz um calor de 45C e a água é “dura” e contém muito sal. Minha pele e meu cabelo ficaram super secos. Saia do banho e esta seco, passava a mão no braço dava para sentir o sal. Não dá nem para usar sapato direito de tão calor.

Minha vida em Florença era muito simples. Meu maior bem era Laura, minha bicicleta que comprei usada e paguei 90 euros. Da janela do meu apartamento, na Via De’caccini, se via a cúpula do Duomo de Michelangelo. Iamos para balada à pé, sempre nos encontravamos na escada de uma das igrejas com os amigos para comer queijo e tomar vinho. Aos finais de semana ou conhecia a cidade, ou viajava pela Europa num daqueles voôs baratos de promoção. Praga por 30 Euros ida e volta; Paris por 45 Euros. No primeiro mês, fiz aula de italiano na escola Linguaviva e as tardes um curso de História da Arte que falarei mais para frente. Do segundo mês para frente, fiz o estágio.

Morar em Florença é se perder e cair em uma piazza com uma estátua que quando você vai ler é de Rafaelo. É descobrir um museu novo a cada esquina, um restaurante melhor que o outro, um vinho novo a cada refeição. É aprender apreciar coisas simples e aprender a viver com pouco. É não lembrar o que é elevador pois a maioria dos prédios é tombado e não pode nem ter ar condicionado. É se irritar com os mil turistas. É se maravilhar com o Duomo e não se acostumar com ele, mesmo morando lá e passando na frente todo dia. É conhecer cada dia um lugar novo e agradecer a Deus pelas escolhas na vida que te levaram até lá.

Morar em Florença é apreciar a Itália e se revoltar com os italianos. É ver consumidor pedir desculpas porque não tinha o sorvete que ele queria (juro). É entender de onde vem tanta coisa do Brasil vem (como a burocracia, e também o falar alto e com as mãoes). É admirar a beleza dos italianos e italianas que não vão nem na esquina desarrumado. É se apaixonar por Giotto, depois amar mais Rafaelo, e se descobir suspirando por Boticceli.

É ser assediada e após rejeita-lo, ser xingada. É dar bom dia e ser seguida pelo italiano achar que você estava dando bola (???). É aprender a comer doce no café da manhã. É pedir café espresso e quase morrer de tão forte que é.

Em Florença, eu conheci irmãs, vivi aventuras, conheci muita gente, reencontrei pesssoas, aprendi a gostar de vinho, a comer devagar. Aprendi que a vida é para ser vivida e apreciada. E aprendi tanto sobre mim e a gostar da minha compania. Aprendi que não importa onde você está na vida, nunca é tarde para mudar, para atravessar a rua e para lutar pelos seus sonhos. E no meio de tudo isso, me encontrei.

Anúncios

4 comentários sobre “Itália: a vida em Florença

  1. Gostei!!! Pode ser poetisa. No parágrafo final você arrasou. Como foi morar nos States?? Conheço a europa e moro na Alemanha mas meu sonho é morar nos EUA, de preferência num estado quente pq de frio basta aqui. Abraços e parabéns pelo blog Aline.

    Curtir

    1. Hahahah vc é muito fofa.
      Eu tô devendo escrever sobre morar nos EUA, mas eu não curti muito não. Nao gosto da cultura de consumismo deles, e agora com trump ainda….
      Onde na Alemanha vc mora?
      Obrigada e muito obrigada por acompanhar ❤️

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s