Austrália: Natal em julho?

Estava no meu trabalho, numa caótica quarta-feira de abril quando a Diretora veio perguntar o que achavámos de celebrar nossos 6 meses de trabalho juntos (abrimos uma creche em janeiro desse ano) em julho. Tudo bem para todas, e após decidirmos a data veio a escolha do tema (porque australiana ama um tema): Christmas in July.

“É Natal em julho! Como aqui é calor no Natal comemoramos em julho no frio também para ficar mais com cara de Natal”. Pensei “será que elas estão falando sério?”. Sim, estavam. E ainda ouvi um “Vocês não tem Christmas in July no Brasil?” até com um ar de “como não?”. “Não”, eu muito calmamente respondi. “ Mas o que fazemos para comer?” “Pratos europeus”. Ah, agora entendi! “Mas quais pratos europeus?”, já me sentindo bem por for a de tudo. “Vou fazer uma lista e falamos mais perto”, finalizou a Diretora.

DSCN1155

Assim que ela saiu da sala fiquei fazendo mil perguntas para minhas colegas. Após um pouco de pesquisa e conversas com as meninas posso explicar do que se trata o tal Christmas in July.

Não se sabe muito bem quando e onde começou, mas acredita-se ter começado na Europa como uma forma de celebrar o “Natal no verão” (que eu nunca ouvi falar também). Das muitas histórias que ouvi e li sobre as origens do Christmas in July, a que mais curti foi a seguinte.

DSCN1162

A Australia é um país de imigrantes, como o Brasil. Ingleses, irlandeses, franceses, italianos, chineses, neo zelandeses, filipinos, malaios, representam mais de 25% de pessoas nascidas fora da Austrália (de acordo com o censo de 2011) que migraram para essas bandas.

Sendo assim, faz bastante sentido a versão que a tradição começou quando em meados dos anos 80 um grupo de irlandes visitava a Austrália no inverno, e ao verem flocos de neve caindo se animaram para celebrar o “Christmas in Summer”. Como era inverno, os demais imigrantes da região adoraram a idéia e resolveram criar um clima natalino, relembrando seu Natal na Europa. Decoração de Natal, comidas, coral, boneco de neve e até Santa Claus!

DSCN1167

Um dos websites que pesquisei sobre festivais na Australia dá creditos à Blue Montains próximo a Sidney (por fazer muito mais frio por lá) como onde o conceito de Christmas in July se originou e hoje expandiu-se no “Yulefest” celebrado nos três meses de inverno na Austrália, Nova Zelândia e dizem, até na África do Sul.

Uma australiana que trabalha comigo disse que na casa dela, eles comemoram sábado mais próximo do dia 25/7 e é um Natal mesmo com decoração, família toda reunida, troca de presentes e missa.

A minha experiência começou assim que combinamos de fazer o evento, e mais intensamente, quando após a Diretora oferecer a casa meio que como educação, eu falei que poderia ser na minha casa (e recebi um rápido “claro, sem problema”).

A  semana anterior ao evento decidimos quem quem levaria o que (porque aqui na Australia é BYO – Bring your own – leve o seu, que eles seguem a risca), até reconfigurar os móveis da casa para caberem 17 adultos e 5 crianças, tirar da caixa a decoração de Natal, luzes, montar a árvore, etc.

DSCN1181

O menu foi almôndegas, polenta, salada, frango, arroz, batata gratinada, vegetais ao forno no jantar. De sobremesa tiramissu e Sticky Date Pudim. Tudo maravilhoso. Normalmente eles tem até troca de presente, mas nós resolvemos não fazer isso. O tema era uma brincadeira, uma forma de celebrar a cultura australiana.

Eles começaram a chegar pontualmente ás 6h da tarde  e a festa terminou ás 8h30 da noite.

Fizemos um cantinho para as crianças com Lego e colocamos na TV o filme “Frozen”.  No final, algumas das meninas ainda ficaram para ajudar a lavar a louça.

Dividimos o que havia sobrado do jantar e pronto.

Recebi assim, em minha casa, meu primeiro Natal em Julho .

*Originalmente publicado no blog Brasileiras pelo Mundo

Anúncios

5 comentários sobre “Austrália: Natal em julho?

  1. Aline, que fantástico isso. Não é atoa que a Austrália é o único país do hemisfério sul considerado desenvolvido.
    Existe uma explicação filosófica para isso. Veja esse vídeo e entenderá (eu sei que é longo mas vale a pena).

    Curtir

    1. Oi Diego, o NAtal em Julho é mesmo algo muito bacana. Somos nós, imigrantes, querendo trazer um pouco da nossa cultura para nosso país de escolha e esse foi incorporado. Muito legal.

      Então, a Austrália não é único não. De cabeça consigo pensar na Nova Zelândia e em Cingapura.

      obrigada por acompanhar o blog.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s