Austrália: o verão em Perth

Diferente de imaginar inverno na Austrália, pensar no verão é fácil. É a primeira imagem que todos temos daqui e o que vem à mente quando pensamos no país: o verão, as praias, o deserto e cangurus.

O verão australiano é tudo o que se imagina: muita praia, calor, mil festivais e eventos acontecendo nas cidades. É a estação mais animada, sem dúvida.

Tomando sol cedinho no verão
Tomando sol cedinho no verão

Eu já disse que faz muito calor? Em dezembro faz em média 35ºC, em janeiro 38ºC, fevereiro pode chegar a 42ºC. Em 2012, meu primeiro ano de Austrália e sem carro, decidimos no Boxing Day (28/12, época das mega promoções de pós-Natal), ir num outlet (ponta de estoque). A temperatura estava 42ºC. Me lembro de andar pela rua procurando uma sombra (literalmente indo pela sombra) e sentindo que o calor ia derreter as havaianas. Faz muito calor, mas muito calor! Em janeiro do ano passado tivemos duas semanas seguidas com temperaturas entre 39ºC e 42ºC e um dia a 44ºC.

Além de muito quente, o verão da Austrália é seco. Uma coisa que amo no verão brasileiro (apesar do caos que fica o trânsito) são as chuvas ao final da tarde que nos deixam dormir um pouco melhor. Aqui isso não acontece. Pense assim: 42ºC o dia inteiro. Qual será a temperatura às 21:00? Os mesmos 42ºC. Imagina dormir…

E além do calor insano que faz nessa terra, que faz até mesmo os cariocas mais descolados falarem que nunca passaram tanto calor na vida, tem o UV (raios ultravioletas). A média deles no verão brasileiro, no Rio de Janeiro, por exemplo, fica entre 6 e 8. Aqui, temos meses entre 11 e 16. Temos no Ipad do trabalho  um aplicativo que mede os raios ultravioletas. Todos os dias, durante o verão, temos que checar tanto a temperatura quanto os raios UV para saber se podemos ficar ao ar livre com as crianças. Acima de 6 UV é aconselhado que fiquemos somente na sombra. Eu nunca usei tanto protetor solar na minha vida. Passo de manhã cedinho e reaplico durante o dia.

As médias de horas em que você tem sol são: no Rio, em Janeiro, 212 horas; em Perth, 360, ou seja, 50% mais horas de sol durante o ano, pois o sol nasce muito cedo e se põe muito tarde.

Comparando com Porto Alegre, que está na mesma latitude e também é costa: temperatura mais alta da história, 39ºC e umidade 70%; Perth, temparatura mais alta 46ºC e umidade 40%. Horas de sol em janeiro: Porto Alegre, 240 horas e Perth, 360.

Com o calor vamos muito à praia. Eu morro de medo do sol, então só vou se for muito cedo ou depois das 4 da tarde.  Como o sol nasce cedo e se põe tarde, dá tempo de curtir muito antes de virar o inferno de Dante. Todo mundo passa muito tempo na rua fazendo atividades e esportes. O pôr do sol no verão é algo imperdível.

Por do sol na praia (esse dia eram 7:30 pm
Por do sol na praia às 7:30.
E na cidade
Pôr do sol na cidade.

Uma boa opção também é o rio Swan, onde podemos praticar esportes, há barcos, gente nadando etc.

Velejando no rio
Velejando no rio.
Remo
Remo

A cidade oferece muitos shows e festivais. Northbridge, comparável ao Itaim, em São Paulo, tem um festival de rua que ocorre durante todo o verão; com cinema a céu aberto, bares e música ao vivo. No centro da cidade, no chamado CBD, há mais um montre de eventos gratuitos, como no Kings Park, por exemplo.

Com o verão também há muita bebida. E não que eu tenha muita referência, mas australiano bebe muito. É uma coisa meio cultural. Quando trabalhava num café e perguntava o que eles iam fazer no final de semana, a resposta era sempre: “get drunk” (encher a cara). Não importa como, o que importa é beber até cair.

Um outro ponto baixo do verão é o cheiro de suor nos lugares. Eu sei lá se o povo não usa desodorante, mas sei que alguns lugares cheiram muito mal. Tem vezes em que você entra no ônibus e não consegue respirar. Até no trabalho eu sofro com isso.

Uma curiosidade: australiano anda muito descalço durante o ano todo, principalmente quando começa a esquentar; entram os chapéius, saem os sapatos. Todo mundo usa chapéu aqui, mas sapato…. eles andam descalços no centro da cidade, no mercado. Eu adoro!

Com todo este calor ar condicionado vira ítem de sobrevivência. Eu não levei isso muito a sério no primeiro ano aqui, não havia o aparelho em nosso apartamento mas achamos que nos viraríamos bem. Dias e dias, a casa toda aberta, parecia um forno lá dentro. Lembra que não chove para aliviar o calor?

No verão brincamos com água todos os dias com as crianças, é uma delícia. Há dias em que ligamos a mangueira e deixamos as crianças brincarem e ficarem ensopadas. Há também os grandes shows na cidade e o Australia Day (Dia da Austrália), no final de janeiro. A temporada de piqueniques é intensificada no verão e, para nós, de churrascos.

É quente, é seco, mas a energia da cidade muda. Parece mesmo que a Austrália foi feita para o calor. E salve-se quem puder!

 

 

Publicado em Brasileiras pelo Mundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s