A vida com Covid 19 em Perth na Austrália

A primeira vez que ouvi falar sobre o COVID 19 na China, lembro que pensei “será que ele chega aqui? A China esta tão perto”. Não esta super perto, mas perto suficiente. E o mundo todo assistiu agoniado o virus se espalhar e espalhar. Até que foi chegando cada vez mais perto.

Escrevo esse texto, dia 22 de março de 2020 e aqui na Austrália os casos estão subindo em uma velocidade avassaladora. É assustador pensar que esta cada vez perto de nós.

O que mais tenho sentido é que a vida da forma que conheciamos esta mudando. Confesso que ante a tudo isso, eu estou exausta. Fui acompanhando as noticias receosa e aflita.

E não só porque o Covid 19 é um virus novo, etc mas porque meu filho mais novo, Daniel faz parte do grupo de risco. Ele nasceu prematuro de 29 semanas e ainda tem complicações de saúde, principalmente em seu pulmão.

E no começo da epidemia, bem pandemia, estava feliz com as medidas que o governo australiano estava tomando. Ultimamente, vendo o restante do mundo acho que estão sendo conservadores demais.

Com muita tristeza ouvi relatos de amigos que moram na China, seguidos por italianos relatando o caos e a tristeza que estão vivendo.

Semana passada com o aumento dos casos no meu Estado WA, resolvemos nos isolar socialmente. Isso significa que minha filha de 4 anos não esta mais indo para escola, meu marido trabalhando de casa e só saimos quando é necessário (mercado, farmácia, etc).

No marcado muito itens estão em falta. Papel higiênico (?), alcool gel, macarrão, molhos de tomate e enlatados acabaram rápidos, porém os supermercados estão trabalhando para repor os itens.

Isso somos nós, porque muitos se não a maioria dos australianos e estrangeiros que moram aqui continuam vivendo suas vidas normalmente. Isso é bem frustrante pois sabemos pelos exemplos ao redor do mundo que enquanto todo mundo não se isolar, o virus continuará sendo transmitido.

Ontem a praia de Bondiem Sydney estava lotada e teve que ser fechada com ajuda da polícia. Por aqui os parques estão cheios, pessoas fazendo churrascos e comemorando aniversários. Talvez enquanto o governo não tome medidas drásticas como multar pessoas que saem sem necessidade, nada mudará.

As medidas de ontem foram fechar negócios não essenciais. As escolas continuam abertas. As fronteiras estão fechadas. Somente australianos (residentes e cidadãos) podem entrar e agora nem pode-se viajar entre estados.

Fico pensando como essas pessoas que não respeitam as determinaçòes do governo conseguem dormir? Será que elas estão tão fora da realidade assim? E é exatamente essa forma egoísta do ser humano pensar que deve mudar com tudo isso.

Você imagina que por conta da Austrália ser um país desenvolvido as pessoas seriam mais conscientes, mas parece que não. As determinações mudam o tempo todo com pronunciamentos do governo. Hoje não é obrigatório ficar em casa mas é recomendável. Amanhã tudo pode mudar novamente.

O governo ainda lançou pacotes economicos para proteger a economia, os pequenos negócios.

Nossa semana aqui: Segunda foi tudo bem, terça eu tive uma crise de ansiedade depois de ler sobre os efeitos que o virus pode ter no pulmão. O pior cenário se passou na minha cabeça, meu filho doente, sem ninguém poder visita-lo, e depois as sequelas. Terça a noite eu precisei respirar pois estava sufocada. E pensei em coisas positivas que podem sair desse isolamento.

Tirei também o peso que estava sentindo, por exemplo, ter que homeschool minha filha e resolvi ser eu, deixar ela aprender com o ambiente como sempre fez. E resolvi também pensar que estamos fazendo tudo que esta no nosso controle para evitarmos e deixar a culpa e o medo guiar nossos dias.

Tem tanta coisa em casa que queremos fazer, e passar tempo com as crianças e montra móveis, e arrumar armários. Logo mais meu marido tirará férias compulsórias e ai teremos mais tempo um com o outro. Principalmente o tempo para ficarmos juntos e curtir uns aos outros. Não é disso que reclamamos o tempo todo que não temos? Tempo. Agora é o que mais temos.

Nesse processo eu mais uma vez olhei para minha fé (que não tem determinação) e em uma oração de entrega, olhei para a luz e decidi tentar ver o lado positivo disso tudo. O lado do olhar para si, de ver o que realmente importa.

Essa situação toda é surreal, inacreditável. Mas vai passar, se Deus quiser. Dentro da escuridão do medo, das incertezas, há solidariedade, o amor, o tempo.

Cuidem-se. Com amor essa loucura vai passar.


2 comentários sobre “A vida com Covid 19 em Perth na Austrália

  1. Olá Aline, tudo bem? Acabei de ver seu post e queria dizer que tive as mesmas impressões que você. Moro em Melbourne e no início estava bem satisfeita achando que o governo estava tomando as atitudes corretas. Mas agora só penso que eles estão sendo muito conservadores e que os casos só aumentam. Enquanto a ordem não surgir de cima, do prime minister, e for acertiva e mais rígida, as pessoas não vão mudar… Vamos fazer a nossa parte. Continuar alertando as pessoas, dando exemplo. Fique tranquila, isso vai passar. Sua família vai ficar bem. Vamos continuar rezando. Abs Lilian

    Curtir

    1. OI Lilian, pois é. O PM é o líder e as pessoas tendem a se inspirar nele. Se ele não toma decisões mais agressivas, as pessoas não levam a sério. Acabei de ler que ele contará com ajuda do exército para as pessoas ficarem em casa. Espero que isso adiante.
      Amém, e vocês também
      Beijos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s